sábado, 1 de julho de 2017

Experimentação

Ainda gostava que me explicassem porque é que um homem, de quarenta, cinquenta anos, que tem o cabelo grisalho é charmoso e uma mulher da mesma idade que se apresente com brancos é velha. Como ninguém me consegue explicar, a não ser dizendo porque sim, resolvi entrar no campo da experimentação e testar-me a mim própria para perceber de quantos anos vou envelhecer nos meses que vou levar até desvendar todos os brancos que já tenho.

10 comentários:

Isabel Pires disse...

E mais, Luísa: um homem tem linhas de expressão, a mulher tem rugas.
É porque o olhar dos outros, dos homens e das mulheres, é mais acutilante em relação às mulheres, o que também se aplica ao envelhecimento.

Nas mulheres há questões fisiológicas a facilitar: a queda hormonal é mais abrupta por essas idades que referes, o que se reflecte muito na pele, que fica mais clara e fina. Se não se adequar o tom do cabelo a essas características, normalmente a mulher fica com um ar mais envelhecido e descuidado.
No homem o processo é mais gradual e a pele não afina tanto, o que facilita a integração dos brancos que vão surgindo.

Também gosto destas diferenças entre nós e eles. Não me revolto, como às vezes oiço.

CCF disse...

É verdade. Mas eu não consegui. Associava os brancos à doença, queria quebrar com aquele estigma. E voltei a pintar, com tintas naturais. Gostei. Talvez um pouco mais tarde.
~CC~

Ricardo Santos disse...

Eu juro que não consigo perceber isso. Nunca me preocupei com a idade das pessoas. A beleza é importante, meramente pelo aspecto estético (subjectivo!) mas nunca foi/é/será decisiva em nada !

Victor Barão disse...

Não sei explicar, até porque pelo contrário, estando eu mesmo ainda abaixo dos 50 e tendo irmãs ainda mais novas que eu, mas contendo estas já cabelos brancos, quando se proporciona lhes digo que gosto das suas madeixas brancas, pois que da minha perspectiva confere-lhes charme e até alguma classe _ desde logo confere-lhes o estatuto derivado de toda a vivência que levou a esses cabelos brancos!
Abraço

Carlos Barbosa de Oliveira disse...

Não concordo muito, Luísa. Conheço mulheres de cabelos brancos muito charmosas.

bea disse...

Estou também nessa experiência de ser velha sem disfarces. Mas por circunstancias da vida não tenho net até meio da semana. E até pode ser que a empreitada que tomei me faça mais uns brancos. Mas eu mesma não encontro igual charme nos brancos femininos que nos masculinos:). Coisas.

papoila disse...

Também ando nessa "luta" mas ainda não me decidi :(((
Já fiz três tentativas mas há uma fase em que não sou nem uma coisa nem outra e fica um ar muito desarranjado pelo que volto a pintar.
Estou desejosa!!!
Desejo-te sucesso:)))
bjs

Gaja Maria disse...

Tenho 50 e não tenho cabelos brancos, sou velha na mesma que eu sei mas uma coisa é certa, dão-me sempre menos idade e por isso está decidido, quando aparecerem não os vou mostrar a ninguém :)

luisa disse...

Isabel,
Acho que há um certo preconceito relativamente aos cabelos grisalhos e brancos nas mulheres, um preconceito talvez alimentado pela cosmética capilar. Os cabeleireiros vão sempre dizer-nos que ficamos mais bonitas/novas com o cabelo pintado. :)

CC,
Eu também não sei se vou conseguir… Mas estou decidida a tentar. Já fiz dois cortes sem fazer cor. A ver vamos até onde vai a minha resistência e persistência. :)

Ricardo,
Concordo. Mas, o facto é que as mulheres estão sujeitas a muita pressão neste domínio da beleza e da aparência. :)

Victor,
Ainda bem que pensa assim e que o diz às suas irmãs.

Carlos,
Eu também. E acho que a idade tanto de nota numa mulher de cabelos pintados como numa de cabelos brancos. A questão coloca-se mais no gosto pessoal de cada um(a).

Bea,
Eu vejo algumas mulheres de cabelos brancos ou grisalhos que ficam muito bem assim. Tal como há mulheres que pintam numa determinada cor que até não as favorece. Eu decidi tentar envelhecer naturalmente. Se vou gostar de me ver, não sei. Mas se não gostar, tenho bom remédio. O meu cabeleireiro não se fará rogado. :)

Papoila,
Pois eu agora estou numa fase mista. Com cabelos brancos, com cabelos que ainda têm a cor natural e com cabelos ainda pintados. Tenho que me aguentar à bronca. :)

GM,
És uma sortuda! Tenho uma prima, já com 65 anos (mais dez que eu) que não tem cabelos brancos. Eu já tenho muitos e estou decidida a assumi-los. Veremos se consigo. :)

Laura Ferreira disse...

Há um preconceito, sim, e já me aconteceu ser o próprio cabeleireiro a falar dele...