segunda-feira, 15 de janeiro de 2018

O mar


Antes do sonho (ou o terror) tecer
Mitologias e cosmogonias,
Antes que o tempo se cunhasse em dias,
O mar, o sempre mar, já estava e era.
Quem é o mar? Quem é esse violento
E antigo ser que rói estes pilares
Da Terra, e é um e muitos mares
E abismo e resplendor e acaso e vento?
Quem o contempla o vê pla vez primeira,
Sempre. Com o espanto que as perfeitas coisas
Elementares deixam, as formosas
Tardes, a lua, o fogo da fogueira.

Jorge Luis Borges, Nova Antologia Pessoal, Quetzal Editores, 2017


10 comentários:

bea disse...

Mais um indefinível, o mar.

Cidália Ferreira disse...

Um poema e imagem "forte" Poderoso.

Beijo. Boa noite

Elvira Carvalho disse...

Gostei de ler.
Um abraço e uma boa semana

Victor Barão disse...

O Mar é fascinante, perspective-se por onde se perspective.

à correspondente maneira de cada qual, a imagem da Luísa e as palavras de Jorge Luis Borges, fazem jus ao fascínio do Mar.

Parabéns

Continuação de excelente semana

Cumprimentos

Pedro Coimbra disse...

O mar tem um efeito calmante, relaxante.
Faz bem ao corpo e à alma.

Larissa Santos disse...

Bom dia. Maravilhosas palavras. Poderosas...Adorei :))


Hoje; Do Gil que se econtra ainda um pouco combalido, motivo, por qual sou eu a visitar. »» Amor:- Essa dor Oculta

Bjos
Votos de uma boa Terça-Feira.

Janita disse...

(...)

"O incessante mar que na manhã serena
sulca a infinita areia…"

O mar, sempre o mar
que tudo e a todos domina.

A foto de hoje, segue as pegadas do passeio de domingo.:)

Beijinhos.

Meu Velho Baú disse...

Lindo Poema a acompanhar (como sempre ) uma fantástica foto.
O Mar que tantas vezes é bom....como muitas vezes é mau .....
Uma boa semana

Gaja Maria disse...

Fascinante o mar, com seu vai e vem, o seu cheiro, o seu barulho tão próprios.
Bonito poema

luisa disse...

Ninguém fica indiferente ao mar. Quanto mais os poetas... :)
Obrigada a TODOS, pelo vosso retorno.